Há vários equipamentos muito importantes em uma indústria, que desempenham as mais diversas funções. Entre eles estão os queimadores industriais e, destes, o queimador a gás industrial é sem dúvida um destaque.

O queimador a gás industrial é a melhor escolha para indústrias

Isso se dá, devido ao seu excelente custo-benefício, pois dispõe de uma grande eficiência e não elimina resíduos tóxicos. Além disso, o custo de sua manutenção é mais baixo, comparado-se ao de um forno que funciona com energia elétrica. É o equipamento adequado para fornecer altas temperaturas para diversos fins. Você pode encontrá-lo com especificações e tamanhos variados, de acordo com a necessidade.
Existe, por exemplo, o queimador monobloco, que opera em caldeiras, geradores de ar quente e é utilizado em operações que envolvem água quente. Já o queimador duo-bloco apresenta maior capacidade do que o monobloco.
Aqui estão listadas algumas das possibilidades de utilização do queimador a gás industrial:

  • Aquecimento comercial
  • Geração de energia
  • Secagem de grãos na indústria agrícola
  • Estufas
  • Cerâmica
  • Fornos industriais

Como utilizar os queimadores a gás?

Há um grande cuidado a ser tomado ao utilizar queimadores movidos a gás, especialmente em escala industrial. O vazamento de gás pode ser um terrível problema, pois pode causar intoxicação nas pessoas que o inalam, e isso pode acarretar acidentes fatais. Para se prevenir dessa situação, é obrigatório que nos ambientes em que ocorre a utilização de equipamentos movidos a gás esteja instalado um detector de vazamento de gás.
Trata-se de um equipamento com um sensor, que possui a capacidade de apontar, de forma assertiva, o local em que há o vazamento. Assim que a detecção ocorre, ele emite um sinal em forma de alarme sonoro, ou, até mesmo, visual.
Através desse amparo tecnológico, também é possível medir a quantidade de monóxido de carbono (gás que pode causar asfixia em quem o inala), do queimador a gás infravermelho.
Por conta das condições do ambiente em que se operam as máquinas industriais, o sensor de vazamento de gás foi desenvolvido para poder ser utilizado também em ambientes com elevadas temperaturas. Isso é possível, por conta dos materiais resistentes utilizados em sua composição que, por consequência, conferem também uma ótima durabilidade ao produto e uma extensa vida útil.
É de extrema importância ressaltar que acidentes com gás podem acontecer com muita facilidade, principalmente quando operam em máquinas industriais de grande porte, que utilizam grandes quantidades de gás.
A falta de um detector de vazamento de gás pode ser fatal para as pessoas que ali estiverem. Além da morte de pessoas, a indústria ou empresa responsável pela negligência, quanto aos cuidados e prevenções, corre sério risco de fechamento e pagamento de multas milionárias.
Portanto, é muito mais fácil e recomendada a utilização do sensor de vazamento de gás. Problemas enormes são evitados adotando, apenas, esse simples procedimento.

Combinando a evolução tecnológica com o cuidado humano, esse é o futuro!

A humanidade está sempre se reinventando, criando novas tecnologias que auxiliam as pessoas no cumprimento de tarefas nas mais diversas áreas da vida. Com o advento da indústria, a produção foi aumentada em milhões de vezes. E o queimador a gás industrial, como vimos, faz parte desse longo, e bem-sucedido, processo de evolução na indústria.
Pudemos esclarecer hoje a extensão de áreas em que um queimador a gás infravermelho pode atuar e, assim, é possível perceber que, de várias maneiras diferentes, somos beneficiados também por esse equipamento.
Como? Imagine uma indústria alimentícia sem o departamento de secagem dos grãos: toda uma cadeia de produção seria prejudicada e nós, consumidores finais, não conheceríamos algumas das possibilidades e maravilhas da alimentação. Então, quando usado para o bem, o queimador a gás industrial pode resolver muitos problemas práticos da humanidade.
Como também vimos, há alguns perigos embutidos nessa evolução. Cabe ao homem desenvolver métodos para driblar esses perigos, como foi desenvolvido o sensor de vazamento de gás.
O conhecimento desses dois lados da moeda é muito importante para despertar o questionamento e a consciência das pessoas sobre os avanços tecnológicos. A noção de que nada adianta progredir muito em conhecimentos científicos e teóricos, sem levar em conta a experiência e as formas de perigo que isso pode trazer para a humanidade. E, por fim, como aplicar o conhecimento científico para evitar que vidas sejam colocadas em risco com a ciência, que experimenta e continua realizando testes todos os dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *