Nem só de produção, tanques e transformação vive a indústria. Além de fabricar mercadorias, é imprescindível que elas sejam mantidas em boas condições até que cheguem a seus compradores.

Do mesmo modo, a logística também é um fator importante. Afinal, o transporte pode ser crítico no caso de certos itens – principalmente os químicos e alimentícios, que podem se deteriorar mais rapidamente em certas condições.

Por conta disso, é essencial que todas as fábricas contem com tanques e mangueiras de qualidade, devidamente higienizados e adequados às substâncias que contenham. Confira, a seguir, algumas informações importantes a respeito destes itens.

Tanques industriais: essenciais ao armazenamento

Normalmente com formato cilíndrico, o tanque de aço inox é um objeto comum em paisagens industriais.

Sua função é o acúmulo seguro e apropriado de fluidos, que podem ser líquidos ou gasosos.

Normalmente, a pressão em seu interior é baixa, assim, não são itens de risco. Em algumas situações, eles podem ser instalados até mesmo no subsolo.

Quais tipos de tanques industriais existem?

Os tanques industriais normalmente têm formato cilíndrico, ângulo perpendicular em relação ao solo e superfície chato.

Conforme a necessidade, ele pode ser aberto ou fechado. Porém, pode-se criar tanques em outros moldes, tais como:

  • Modelo cilindro deitado (tanque horizontal);
  • Fundo côncavo;
  • Fundo convexo.

Além disso, eles também se diferenciam quanto à função:

  • Tanques de resíduos;
  • Tanques de recebimento;
  • Tanques de mistura;
  • Tanques de armazenamento.

De quais materiais os tanques podem ser feitos?

O aço inox é o material mais comum na fabricação de tanques. Resistente, ele não se oxida, assim, não contamina seu conteúdo e dura por longos períodos de tempo.

Ele também se destaca pela superfície extremamente lisa, que acumula poucas bactérias e é de fácil higienização.

Isso faz com que ele seja a primeira opção de indústrias que precisam manter elevados padrões de limpeza, como a alimentícia e a farmacêutica.

Ainda assim, ele não é a única opção: em alguns setores, o tanque de polietileno é o mais usado.

Este polímero plástico tem a vantagem de ser leve, de baixo custo e de também obedecer a rígidos padrões de higiene. Isso tem feito com que ele ganhe a preferência de setores como a agricultura e a construção civil.

Cisternas, um tipo diferenciado de tanque

Certos processos industriais demandam uma grande quantidade de água. Portanto, não é incomum que as empresas que os executam contem com uma cisterna.

Assim como a versão doméstica, seu objetivo é armazenar a água de maneira higiênica e segura, seja ela da chuva ou trazida por caminhões-pipa.

Para evitar a contaminação, é fundamental que elas sejam confeccionadas em materiais atóxicos. Por conta disso, a maioria delas é feita de polímeros plásticos, como o PVC.

Mangueiras: usadas para transporte e limpeza

Entretanto, não basta contar com tanques apropriados para armazenar os materiais usados pela indústria: é preciso que eles cheguem aos recipientes da maneira correta.

Este é o papel das mangueiras – que, em alguns casos, também podem ser usadas para gerar pressão no tanque, quando esta é necessária.

Que tipos de mangueiras industriais existem?

Assim como os tanques, as mangueiras industriais podem ser tipificadas conforme sua função.

Algumas das usadas em fábricas são:

  • Mangueiras de sucção (apropriada para itens delicados, como alimentos);
  • Mangueiras flat (feitas de PVC e fibras de poliéster);
  • Mangueiras de solda (mais resistentes à erosão).

De quais materiais as mangueiras podem ser feitas?

Se há algum tempo a borracha era a única opção para a confecção de mangueiras, hoje a gama de matérias-primas usadas é muito maior.

A mangueira de silicone, por exemplo, é uma opção cada vez mais popular no mercado. Isto porque trata-se de um material atóxico, que não contamina as substâncias que passam por ela. Além disso, ela é extremamente resistente, inclusive a fluidos abrasivos.

Também são usados polímeros plásticos, como o PVC, compostos de borracha e fibras de diversos materiais, como o nylon e até o algodão.

Como escolher uma mangueira e um tanque?

Como praticamente todos os elementos de uma indústria, a característica da mangueira e do tanque ideais variam de acordo com o fluido que passará por eles.

A mangueira atóxica alimentícia, por exemplo, é usada para reduzir o risco de contaminação de itens alimentícios.

Vale ressaltar que Itens tóxicos e abrasivos merecem cuidados especiais. Normalmente, é preciso desenvolver soluções sob medida para que eles sejam transportados e armazenados com segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *