Todos os segmentos industriais são extremamente importantes para a obtenção de uma série de produtos que fazem parte do nosso cotidiano.

No caso da Indústria de usinagem, porém, que é responsável pela confecção de peças como roscas e parafusos, a importância é ainda maior. Isso ocorre porque esses itens estão empregados nos mais variados objetos com os quais lidamos dia após dia, entre eles brinquedos, dispositivos eletrônicos, entre outros.

Por isso, é indispensável entender melhor sobre o funcionamento de processos de usinagem e como eles oferecem muito mais qualidade e precisão para as demandas metalúrgicas das fábricas e indústrias.

Afinal, sem esses procedimentos seria impossível que o mundo fosse como é nos dias de hoje. Mas, afinal, quais procedimentos são esses? Como garantir muito mais eficiência na sua aplicação?

Para conhecer as respostas dessas e outras perguntas relacionadas com a produção de peças usinadas na área metalurgica, acompanhe o artigo a seguir.

Além de conferir mais detalhes sobre os processos que são pertinentes quando estamos falando desse segmento, saiba também qual a melhor maneira de assegurar mais praticidade no cotidiano industrial por meio da terceirização.

O que é a usinagem e para que ela serve?

Em primeiro lugar, vale a pena deixarmos bem claro do que se trata esse serviço e qual a sua importante finalidade para a vida das pessoas.

No geral, os serviços de usinagem são relacionados com a produção de peças usinadas, ou seja, parafusos, roscas, virabrequins, entre outros itens que demandam um processo de confecção especial por conta do tamanho e do tipo de material de composição.

Sendo assim, a usinagem é, em termos básicos e objetivos, a mais prática e eficiente forma de se obter peças a partir da moldagem.

Assim, é possível garantir que elas possuam extrema resistência e durabilidade, sem falar na precisão do formato. Existem, ainda, procedimentos relacionados com o tratamento posterior dessas peças, de modo a eliminar rebarbas, por exemplo.

Terceirização da usinagem

Uma das maiores tendências dos últimos anos é, certamente, a terceirização de empresas qualificadas e especializadas, promovendo uma série de praticidade e benefícios no meio de trabalho.

Quando estamos falando do setor industrial não é diferente. Por isso, contar com as Empresas que terceirizam serviços de usinagem é uma maneira de garantir facilidades sem deixar de lado a economia e aos resultados esperados.

A partir de moldes, amostras, croquis e desenhos, seja em pequenos, médios ou grande lotes de produção, essas são empresas comprometidas com a confecção de peças conforme as demandas de cada cliente.

Desse modo, elas devem avaliar, primeiramente, as necessidades do seu ciclo produtivo.

Utilizando máquinas e equipamentos diversos, as empresas da área desenvolvem produtos que podem ser empregados em diversos contextos, tais como:

  • Construção civil;
  • Instalações elétricas;
  • Instalações hidráulicas e pneumáticas;
  • Serviços de serralheria;
  • Caldeiraria industrial.

O mais importante é procurar por equipes e empresas devidamente capacitadas na área e que possam assegurar o nível de precisão desejado pelo cliente.

Com isso, é possível obter usinagem de peças sob medida, usinagem de precisão por meio de tornos CNC, usinagens especiais e procedimentos como a laminação de roscas e serviços de fresa.

Acabamentos

A partir do momento em que a fabricação das peças é concluída, é preciso avaliar se elas realmente estão no tamanho e no formato desejado.

Como mencionado anteriormente, podem ser necessários alguns processos específicos para que a peça seja melhor acabada. Para isso, são diversos os itens aplicados, dentre eles a Ponta Montada para Retifica.

Esse utensílio é indispensável nas demandas de acabamento por oferecer a possibilidade de processos mais detalhados na hora de fazer a retificação de pequenas peças.

Além de ser uma ferramenta abrasiva, a ponta montada conta com um rebolo pequeno fixado a uma haste de aço. Entre as principais vantagens de seu uso, podemos destacar:

  • Prolongamento da vida útil das peças;
  • Alta qualidade na superfície trabalhada;
  • Operações mais silenciosas;
  • Redução do desgaste;
  • Elevada fidelidade à forma desejada;
  • Tolerâncias dimensionais mínimas.

Tornos

O chamado torno mecanico também é fundamental para as indústrias da metalurgia por conta de sua aplicação para os procedimentos de usinagem, já que esse aparelho, que pode também ser considerado uma ferramenta ou até mesmo uma máquina, é ideal para a composição de peças usinadas.

O mais importante é garantir a total eficiência da aplicação de todos os itens relacionados com esse campo produtivo.

O próprio torno, por exemplo, deve ser manejado por especialistas, assim como todos os demais componentes do setor industrial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *