A manutenção industrial tem como principal objetivo maximizar a durabilidade de uma máquina ao realizar uma série de etapas necessárias para manter um determinado componente, bem como instaurar a máquina inteira.

Em um mercado cada vez mais competitivo, é imprescindível que a manutenção industrial esteja em dia, principalmente para garantir a segurança de funcionários e a preservação dos componentes do maquinário.

Afinal, a maioria dos equipamentos da indústria demandam um grande investimento, e mantê-los parados significa a mesma coisa que perder em produtividade, diminuindo os ganhos do empreendedor.

Por conta disso, reunimos as melhores informações sobre a importância da manutenção da sua indústria.

Acompanhe o restante do conteúdo a partir do próximo tópico.

Manutenção corretiva não planejada

Neste quesito, a manutenção corretiva deve acontecer quando um componente ou equipamento passa por falhas ou apresenta a perda significativa de desempenho de maneira não esperada.

Veja alguns indicativos para este tipo de manutenção:

  • Falha ao ligar o equipamento;
  • Superaquecimento;
  • Diminuição do desempenho;
  • Desligamento inadequado;
  • Falhas nos componentes.

Manutenção corretiva planejada

Neste caso, quando a máquina começa a demonstrar os primeiros sinais de falhas e dificuldade de desempenhar as funções primordiais do equipamento.

Principalmente quando diz respeito à manutenção elétrica industrial, pois o setor demanda energia para todo o restante da fábrica.

Ou seja, quando há falhas na parte elétrica de qualquer empresa, os demais equipamentos ficam suscetíveis ao desligamento inadequado.

Podendo ocasionar maiores problemas. Por isso, os cuidados com a instalação eletrica precisam ser tomados.

Manutenção preventiva

Assim como já indica o nome, este tipo de manutenção visa à prevenção de falhas a partir de uma série de medidas periódicas.

Com isso, o maquinário é bem tratado e cuidado, inviabilizando o surgimento de falhas e problemas.

Manutenção preditiva

Este tipo de manutenção é considerado um dos mais modernos e eficazes no ramo da indústria, especialmente quando o assunto é manutenção de injetoras, uma vez que identifica irregularidades a partir de inspeções rotineiras.

Sendo assim, a nomenclatura “preditiva” estaria ligada ao ato de prever, sendo que é possível prever uma futura falha no equipamento responsável pela atividade injetora, por exemplo.

Manutenção Detectiva

Busca detectar possíveis falhas que estão ocultas dentre os maquinários da indústria.

Cabe destacar que este tipo de manutenção é muito aplicado em linhas de produção, justamente porque o trabalho não pode parar.

Portanto, a manutenção em ponte rolante deve ser feita com regularidade e ações minuciosas, a fim de detectar qualquer tipo de problema que a máquina pode apresentar, impossibilitando, assim, a parada do equipamento.

Prioridades da manutenção industrial

Existem algumas prioridades no que diz respeito à operação ou ao trabalhador, bem como a segurança e qualidade de vida. Neste contexto, a manutenção emergencial deve atuar corretivamente e imediato.

Além do mais, existem pontos críticos no quesito da manutenção industrial, quando é programada a manutenção imediatamente, sempre quando um equipamento está prestes a parar de funcionar.

Por fim, a manutenção normal é recorrida de acordo com o tempo de programação. Geralmente, não há riscos com o maquinário, por isso, ela pode ser feita com calma e tranquilidade.

Ordem das atividades

Depois que a prioridade é definida, é preciso avaliar a ordem de cada atividade que será executada.
Sendo assim, existem alguns campos para registrar a apropriação dos recursos e feitoria dos serviços.

Veja todos eles abaixo:

  • Corretiva: usada para serviços emergenciais:
  • Planejada: quando o cliente solicita o trabalho;
  • Rota: usada somente para planos de manutenção;
  • Parada Geral: usadas para serviços de parada setoriais.

Afinal, qual manutenção adotar?

De acordo com especialistas em manutenção industrial, a manutenção corretiva é um dos meios que devem ser evitado pelos empreendedores do setor fabril, pois pode resultar em perdas e prejuízos econômicos.

Embora seja incorreta, a manutenção corretiva é muito empregada nas empresas, de forma equivocada.

Isso porque se um parafuso não for correto, por exemplo, ele pode quebrar inúmeras vezes, implicando na retiragem do equipamento de operação, levando à falta de produtividade.

No entanto, por sua vez, a manutenção preditiva é a mais completa e evoluída no quesito tecnológico, especialmente por tratar e cuidar de cada componente de maneira adequada.

Portanto, as indústrias que fazem o uso da manutenção podem aplicar as técnicas e procedimentos, de forma que constitui no mais completo sistema de prevenção aos equipamentos.

Sendo assim, o ato garante mais segurança, comodidade, bem como tranquilidade aos funcionários e operadores da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *