A instrumentação industrial é definida como um ramo de trabalho que aplica técnicas de metrologia para medição e controle de processos.

A área é de responsabilidade de técnicos e engenheiros especializados, que lidam com procedimentos e atividades da indústria, bem como aos métodos de melhorias nas linhas de produção.

Sendo assim, para o controle de qualquer processos industrial, é preciso realizar o controle de todas as variáveis envolvidas (físicas e químicas) e, para isso, temos a instrumentação.

Em geral, o controle de medição está relacionado com os seguintes equipamentos e máquinas das indústrias: caldeiras, reatores químicos, sistemas hidráulicos e pneumáticos, bombas centrífugas, queimadores e secadores, compressores de ar, trocadores de calor, torres e aparelhos de resfriamento.

A instrumentação também está ligada a procedimentos de verificação das condições do ambiente industrial, para que o trabalho ocorra da maneira correta e todos os processos possam ser realizados em conformidade com as pré-definições, normas técnicas e protocolos de segurança.

Na instrumentação industrial, utilizam-se diversos tipos de ferramentas, que são capazes de controlar e avaliar as formas de trabalho. Por esse motivo, o profissional precisa conhecer todos os itens e, assim, escolher o melhor, de acordo com as necessidades de verificação.

Alguns instrumentos usados na medição industrial

Um dos instrumentos mais usados para a medição e controle de processos é o paquímetro. Ele está disponível nos modelos digital ou mecânico, no entanto, ambos têm a mesma finalidade: medir a profundidade e dimensões lineares (externas e internas) de pequenas peças, como parafusos, porcas e anilhas.

Assim, a ferramenta é uma espécie de régua graduada com encosto fixo, tendo como principal objetivo avaliar se todos os componentes foram desenvolvidos com as especificações corretas.

Além dos paquímetros, outros instrumentos de medição indispensáveis na indústria são:

  • Micrômetro (para medição de peças muito pequenas);
  • Relógios apalpadores (para medir a excentricidade de peças);
  • Multímetro (para avaliar grandezas elétricas);
  • Rugosímetro (para medir a viscosidade dos fluídos).

Ademais, a balança também é um instrumento muito comum na avaliação de processos industriais. O equipamento serve para medir o peso de determinados materiais ou produtos e, assim, verificar se a quantidade (em relação ao peso) está correta.

As balanças devem passar periodicamente por calibração e manutenção, como forma de evitar qualquer incoerência ou informação incorreta. Por esse motivo, é necessário cumprir medidas preventivas, que asseguram a boa funcionalidade dos instrumentos de medição.

Medidores industriais: principais aplicações na indústria

Os medidores industriais também são vistos como instrumentos para controle de processos, sendo usados em diversos tipos de aplicações. Eles podem ser encontrados em diferentes modelos, dependendo da finalidade, bem como a instalação em cada uma das atividades industriais.

Um dos principais é o medidor de vazão, como o próprio nome já diz, é usado para medir a vazão linear ou não linear, da massa ou do volume de um líquido ou um gás.

Em geral, o componente é aplicado em sistemas hidráulicos e pneumáticos, que trabalham com a transformação de energia com fluidos sob pressão ou ar comprimido, respectivamente.

Na escolha dos medidores de vazão adequados, é preciso considerar uma série de fatores, como por exemplo, o intervalo de medida necessário, identificando os fluxos mínimos e máximos (de massa ou de volume).

Desse modo, é possível escolher o medidor de vazão preço diferenciado certo, já que existem inúmeros modelos disponíveis no mercado.

Além da identificação dos fluxos mínimos, deve-se avaliar o local de aplicação da ferramenta, em especial, quando instalada em tubos. Sendo assim, deve-se considerar a direção dos tubos, para evitar vazamentos, o tamanho, a taxa de pressão, o giro acima ou abaixo do fluxo e a presença de válvulas.

É importante ter conhecimento do tipo de material usado na fabricação do medidor, pois a resistência e a durabilidade do instrumento influenciará diretamente na capacidade de trabalho.

Um tipo de medidor muito comum e usado em diversas aplicações industriais é o medidor de umidade de grãos, que avalia a presença e a taxa de água presente em produtos granulados (rações e produções agrícolas para feijão, arroz, café, entre outros).

A umidade é controlada por porcentagem, medindo a amostra e considerando a massa de água contida na massa original de uma amostra (%). Todos os padrões já estão estabelecidos por parâmetros pré-programados, o que facilita a avaliação da umidade em grãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *