Há grande diversidade no meio industrial, tanto nos serviços realizados quanto na infraestrutura empregada. De qualquer maneira, é importante garantir que os elementos envolvidos sejam selecionados com cautela, principalmente para estabelecer um ambiente adequado para as operações realizadas.

Por exemplo, em máquinas componentes variados são encontrados, como o mancal para rolamento.

Para uma melhor compreensão, é importante abordar que os mancais servem de suporte para eixos, enquanto os rolamentos são componentes que giram nas máquinas.

No caso do mancal de rolamento, rolos ou esferas são comportadas nos quais o eixo assegura o suporte. No momento em que o eixo gira, esses elementos acompanham a movimentação acondicionados no mancal.

Basicamente, há dois tipos de mancais, o de rolamento e o de deslizamento. O primeiro caso é amplamente utilizado quando há necessidade de uma aplicação que promova menos atrito e maior velocidade.

Já o de deslizamento é comumente aplicado em máquinas pesadas ou em equipamentos que apresentam rotação baixa, por causa da velocidade inferior, que evita a ocorrência de superaquecimento dos elementos submetidos à exposição e ao atrito.

É preciso que exista cuidado com os mancais e rolamentos, afinal, assim como qualquer componente de máquinas podem apresentar falhas e comprometer o desempenho.

Entre as causas mais comuns, é possível citar montagens e operações inadequadas. No caso do rolamento, também há possibilidade de que problemas ocorram devido à lubrificação insuficiente.

O que é inspeção termográfica?

inspeção termográfica consiste em um método de análise considerado não destrutivo, pois é efetuado por meio de sistema infravermelho, que viabiliza a detecção de padrões diferenciais da distribuição de calor ou a medição de temperatura em relação a processos, equipamentos e aos mais variados componentes.

É uma técnica muito utilizada em meios industriais para a prevenção de danos em equipamentos, como o aquecimento excessivo.

Basicamente, o aparelho utilizado é responsável pela captação de radiação infravermelha, que é transformada em imagens térmicas.

A partir deste ponto, as imagens são cautelosamente averiguadas para inspeções e diagnósticos. Sendo assim, ao reunir os benefícios assegurados por esse tipo de processo, é possível citar:

  • Redução de custos operacionais;
  • Garantia de manutenção preditiva;
  • Contribui com a prevenção de incêndios;
  • Eleva a durabilidade dos equipamentos;
  • É considerado um processo ágil;
  • Gera dados precisos.

Entre alguns dos equipamentos e sistemas que são submetidos a esse tipo de inspeção estão reatores, fornos, redes de vapor e elétricas.

Além disso, há diferentes tipos de sistemas infravermelhos aplicados em prol da conversão da radiação captada em dados térmicos, a aplicação pode variar do tipo de inspeção a ser efetuada, principalmente se é quantitativa ou qualitativa.

Dois sistemas muito comuns neste cenário são os radiômetros e os termovisores. Existem certas distinções entre as capacidades dos modelos de radiômetros, que podem ser encontrados para uso geral ou para indústria.

De qualquer forma, trata-se de um importante sistema que tem como principal funcionalidade a medição da temperatura e coleta da radiação infravermelha de uma determinada área que é estabelecida à frente do aparelho, que conta com um detector. Após esse processo, o valor obtido é mostrado em um display.

Já os termovisores, são capazes de não apenas realizar a medição da distribuição térmica, como também de gerar imagens, que são formadas em preto e branco, podendo posteriormente serem submetidas à conversão para imagens coloridas.

Por esse motivo, comumente os radiômetros são aplicados de maneira complementar aos termovisores em determinadas inspeções.

Para o que serve o multímetro?

O multimetro corresponde a outro meio de medição amplamente utilizado no setor industrial, pois se trata de um equipamento que tem como principal funcionalidade a medição de grandezas elétricas. É uma maneira de obter a frequência, capacitância, entre outras possibilidades.

Devido à sua diversidade, o equipamento conta com uma chave rotativa para que o operador possa acionar o tipo de medição a ser efetuada.

Além disso, esse aparelho pode ser digital ou analógico, sendo a primeira opção considerada mais prática devido à presença do visor digital constituído por cristal líquido.

Isso se deve ao fato de que o analógico conta com um mostrador em escalas graduadas e um ponteiro, onde o valor é interpretado pelo profissional.

Aspectos da montagem industrial

Neste meio, a procura por empresa de montagem industrial em sp é muito ampla, afinal, compreende atividades relacionadas à instalação de estruturas e equipamentos, como tubulações, sistemas de energia, automação, máquinas e, até mesmo, componentes relacionados à linha de produção.

É preciso que a empresa responsável siga as normas vigentes aplicadas a cada tipo de estrutura, não apenas por questões legislativas, como também de segurança.

Não apenas neste caso, mas em todos os processos que envolvem os elementos apresentados ao longo do texto, é crucial contar com mão de obra especializada.

Caso contrário, os resultados obtidos podem ser negativos, principalmente no que diz respeito aos prejuízos gerados. Afinal, no meio industrial, muitas vezes medidas inadequadas comprometem de forma significativa fatores como a produtividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *