A indústria alimentícia representa um dos principais setores do mercado, afinal, se refere ao conjunto de atividades relacionadas a alimentos ou produtos para o preparo.

Naturalmente, diversas etapas estão envolvidas neste cenário, o que se reflete nos equipamentos empregados, por exemplo, na seladora a vácuo para alimentos.

Trata-se de uma opção vantajosa, que consiste em remover todo o ar e selar a embalagem. Devido ao vácuo, a vida útil do alimento pode ser estendida, o que consequentemente contribui com a rentabilidade.

Afinal, ameniza o desperdício, uma vez que as propriedades do alimento também são conservadas por mais tempo. Entre os alimentos que comumente recebem esse tipo de embalagem estão:

  • Queijos;
  • Pizzas;
  • Carne;
  • Espetos;
  • Grãos;
  • Cogumelos.

É válido lembrar que a embalagem é uma etapa crucial da produção de alimentos e neste caso, a proposta é favorecer a conservação das propriedades do alimento, sendo uma alternativa ideal essencialmente para produtos industrializados.

No caso da seladora, a máquina funciona removendo o ar e fechando, posteriormente, o selo é realizado por meio de aquecimento de uma parte de metal.

A escolha deve contar com cautela, pois diversos modelos podem ser encontrados, tanto em relação as dimensões de embalagens atendidas, quanto na quantidade por hora.

Por exemplo, há modelos que podem produzir cerca de 160 embalagens por hora e outros que atendem apenas a metade dessa quantidade.

Além dessas questões, os modelos também podem variar desde os mais simples para atender pequenas produções até os automáticos que permitem maior agilidade. Há seladoras que também efetuam a pesagem e o controle de quantidade, além de claro, selar e cortar de uma maneira precisa as embalagens.

Principais aspectos da cozinha industrial

Equipamentos do setores alimentícios em diversos segmentos estão relacionados a cozinhas industriais, que são locais que atuam com a produção e comercialização de alimentos em grande volume.

Esse tipo de local, assim como outros, exigem regularização para funcionamento e que as normas vigentes sejam atendidas de acordo com a legislação existente em cada região.

Algumas recomendações são gerais, como a impermeabilidade de paredes, pisos, forros e do teto. No que diz respeito a diversos utensílios, o material mais recomendado é o aço inox, mas é preciso escolher com cautela, em especial, para evitar prejuízos.

Por exemplo, no caso da mesa de inox para cozinha industrial, é preciso considerar a espessura do aço, tipo, a existência de prateleiras e se há pias, lavatórios e rodas.

Já o fogão industrial, é empregado justamente por ser robusto e por sua durabilidade. Comumente é produzido em aço inox ou ferro, em modelos que podem apresentar baixa ou alta pressão, além da possibilidade de dispor de abastecimento energia elétrica ou à gás.

No que diz respeito a pressão, normalmente os de baixa pressão são mais econômicos por contarem com chamas menos intensas e pela possibilidade de regulagem de chamas.

Já no que diz respeito ao de alta pressão, a potência é maior e a regulagem pode ser mais difícil, por esse motivo, são ideais para produção em grande escala.

Outros elementos também devem ser considerados quando se trata do fogão, como tipos de queimados, tamanho das grelhas e quantidade de bocas. Sendo assim, é crucial analisar quais são as necessidades de cocção para escolher o modelo mais adequado.

As principais vantagens do aço inox

Além da mesa e do fogão, há outros itens que podem ser encontrados em aço inox, como o tampo inox, armário, balcão, prateleira e bancada inox afinal, as vantagens são diversas quanto se trata desse tipo de material, tais como:

  • Alta resistência a corrosão e altas temperaturas;
  • Facilidade na limpeza;
  • Resistência a fissuras;
  • Retarda a possibilidade de contaminações.

Para obter ainda maior funcionalidade e personalização no ambiente, também é possível recorrer as opções sob medida, como no caso do tampo, o que viabiliza um melhor aproveitamento do local.

No entanto, é indispensável que o projeto seja elaborado por uma empresa de confiança e que seja adequado para esse tipo de lugar.

Conforme se pode observar, os recursos empregados na indústria alimentícia apresentam grande diversidade, porém, alguns itens se destacam, como é o caso do aço inox e máquinas de selar a vácuo.

Independentemente dos itens selecionados, é fundamental priorizar a qualidade e segurança de instalações, usos e manutenções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *