No setor industrial, os plásticos são utilizados em grandes demandas, para a fabricação de utensílios que permeiam os mais diversos segmentos. Desde móveis, itens domésticos, materiais hospitalares, até mesmo no setor automobilístico, os plásticos possuem propriedades que otimizam os processos de fabricação.

Por serem muito versáteis, são os escolhidos por pessoas do mundo todo, independentemente do ramo.

Assim, é possível notar que os plásticos têm grande papel no meio industrial e são cada vez mais utilizados com tecnologias, expandidos em conjunto com o desenvolvimento das indústrias, que tem sido cada vez mais fortalecido.

Portanto, é imprescindível ampliar os conhecimentos sobre esse material.

O Surgimento do Plástico: História e composição

Em meados do século XX, foi criado em Fábrica de plásticos um plástico conhecido como “sintético”, ou seja, um plástico que pode ser aquecido sem alterar suas propriedades químicas.

Desde sua existência, obteve um crescimento progressivo, que acompanhou todo o desenvolvimento industrial, até a atualidade.

O auge do plástico foi em 1920, uma época que ficou marcada por sua intensa industrialização. Desde lá, têm sido cada vez mais utilizado, principalmente em formato de objetos de uso cotidianos.

O plástico é composto de resinas derivadas de petróleo, conhecidas como polímeros (grandes moléculas). Portanto, é considerado um polímero existente a partir de uma fração de petróleo, conhecida como nafta.

Além disso, o plástico também origina-se de elementos renováveis, como a cana-de-açúcar.

De modo geral, os plásticos são substâncias que “podem ser moldadas”, abrangendo os mais diversos ramos industriais.

Para facilitar a compreensão sobre esse item, é preciso entender que ele pode ser encontrado em diversos materiais. Cada um desses materiais possuem características diferentes, portanto, são utilizados de forma distintas, variando de setor. Assim, é preciso conhecê-los.

O plástico em processos industriais

O plástico é utilizado em altas demandas, principalmente para a criação de utensílios que facilitam as atividades humanas, como escovas de dente e Cinta plástica.

O plástico é fabricado a partir de sua transformação em resina. Essas resinas plásticas são submetidas a processos de fabricação que transformam as composições do petróleo, transformando as resinas em modelos diferentes de plásticos.

Nesses processos, é muito comum que os plásticos tenham fins diferentes, assim como acabamentos diferentes, sendo alguns coloridos, outros transparentes, entre outros.

Assim, os produtos de plástico são moldados por meio de máquinas, Geladeira para injetora e aditivos, que influenciam na alteração de sua composição, de acordo com o objetivo do projeto que será desenvolvido.

Tipos de plásticos e aplicações

Existem vários tipos de plástico, atualmente aplicados em indústrias do mundo todo, nos mais variados segmentos.

Podem ser divididos em termoplásticos e termorrígidos (que amolecem ao serem aquecidos e que não derretem ao serem aquecidos).

Existem plásticos mais resistentes, outros finos, alguns que podem ser amassados e passar por uma injetora plastico, outros transparentes e rígidos. Ou seja, são várias possibilidades de plásticos atualmente, tornando-os versáteis e funcionais, independente de sua aplicação.

Por isso, de modo geral, os tipos de plásticos podem ser separados por:

  • Plástico Pet (tereftalato de polietileno);
  • Plástico Pead (polietileno alta densidade);
  • Plástico PVC (cloreto de vinila);
  • Plático PEBD (polietileno baixa densidade);
  • Plástico polipropileno;
  • Plástico poliestireno.

O plástico PET é muito utilizado como composição de garrafas ou frascos, para as mais diversas finalidades, como em itens de hospitais, praças de alimentação, cosméticos e outros.

Já o plástico PEAD é utilizado principalmente para embalagens plasticas, sacolas de mercado, itens domésticos e tampas.

O plástico PVC é direcionado para a fabricação de embalagens de água, óleos e remédios, mangueiras, brinquedos e tubulações.

Já o plástico PEBD é aplicado em embalagens de leite, sacos de lixo e bolsas de soro.

Por fim, o plástico polipropileno é muito utilizado em embalagens industriais e de autopeças, enquanto o plástico poliestireno é direcionado para partes internas de geladeiras, potes de alimentos industrializados e muitos outros.

A importância da reciclagem de plásticos

Do mesmo modo que são muito utilizados, os plásticos também fazem parte da composição de muitos elementos que são descartados, resultando em lixos plásticos.

Quando o plástico é descartado, ele vira um micro plástico fragmentado, que prejudica o ambiente e até mesmo a cadeia alimentar de diversos seres.

Muitas vezes, o descarte desses materiais é feito de qualquer forma, sem responsabilidade ambiental ou reciclagem, comprometendo diversos organismos, animais, plantas e até mesmo seres humanos.

Cada vez mais políticas públicas de reciclagem são aplicadas no cotidiano, seja em residências, empresas, indústrias e outros.

Assim, todo o plástico é separado, e pode ser reutilizado, ao invés de ser descartado de forma incorreta.

Fica evidente, então, que esse é um material muito importante para industria de plasticos, que fabricam inúmeros itens com essa composição.

Portanto, é preciso que os plásticos sejam utilizados com responsabilidade e descartados com responsabilidade também, pois além de ser um item prático, não prejudicará a vida de seres vivos e do ambiente, que já se encontra altamente danificado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *