O ferro é o material mais utilizado na produção industrial de metais. Isso ocorre principalmente devido ao baixo preço e alta aplicabilidade, que permite a fabricação de equipamentos e componentes para automóveis, barcos, componentes estruturais e muitos outras peças presentes no dia a dia, como um parafuso, por exemplo.

Já o aço é a liga metálica mais conhecida que contém ferro em sua formação, com uso ainda mais frequente.

Os elementos metálicos e não-metálicos adicionados às ligas conferem propriedades distintas e especiais aos materiais. O aço, por via de regra, possui até 2% de carbono; porcentagens maiores resultam na obtenção do ferro fundido.

As ligas férreas apresentam grandes vantagens mecânicas, que variam conforme a composição. Entretanto, o inconveniente é que podem apresentar oxidação com facilidade.

Uma empresa de aço inox séria adiciona elementos ligantes ao material, principalmente o cromo, com o objetivo de aumentar a resistência à corrosão do material.

O resultado é o aço inoxidável, elemento fundamental para atividades de diversos segmentos.

Obtenção do ferro

A metalurgia é a extração de minérios para a composição de metais, enquanto que a siderurgia é um ramo da metalurgia que está relacionado à produção de ferro e aço à partir de alguns minérios, como a hematita, magnetita, siderita, limonita e pirita.

O ferro não existe na natureza, mas é resultante de diversas transformações envolvendo esses minerais.

O material mais utilizado nas siderúrgicas para a fabricação de rebite maciço de ferro, por exemplo, é a hematita, em que o processo de produção depende de fornos de alta capacidade.

Neles, é colocado o carvão coque, que será queimado para a produção de calor. Depois é adicionada uma mistura contendo hematita, calcário e carvão coque, das quais as reações levam ao surgimento de ferro.

Então, o ferro em sua forma líquida é escoado por uma saída inferior ao forno. O mesmo ocorre com a escória, outra camada líquida, menos densa e com impurezas.

Trata-se da fabricação do ferro gusa, que tem pequenas porcentagens de carbono e aspecto quebradiço. Ele é utilizado para a produção de aço comum, uma liga metálica com cerca de 98% de ferro e o restante de carbono, silício, enxofre e fósforo.

A injeção de gás oxigênio no forno leva à produção do ferro doce, em que a pureza é de praticamente 100%, com menos de 0,5% de carbono.

Como é feito o aço inox?

O aço inox é uma liga contendo principalmente ferro e cromo, que também pode envolver níquel e outros elementos.

O material é bastante popular devido às suas propriedades físico-químicas superiores aos aços comuns, especialmente a resistência à oxidação.

Dentre as vantagens da sua utilização, vale a pena enumerar:

  • Resistência aos efeitos da corrosão;
  • Superfícies que oferecem facilidade de limpeza;
  • Fácil higienização, contra a proliferação de microrganismos;
  • Baixo custo de manutenção do material;
  • Resistência à variações de temperatura;
  • Sustentabilidade, com material totalmente reciclável.

O processo de fabricação do material vai depender do tipo de aço resultante, sendo que há cerca de 50 variações.

Entretanto, dentre as primeiras etapas estão a fundição do aço, com o derretimento dos seus componentes em uma fornalha elétrica, em um processo que pode levar até 12 horas.

No calor intenso a mistura é moldada em lingotes, barras, vigas, ou na forma necessária.

Depois, seguem o tratamento térmico mais adequado para a fabricação de cada peça, limpeza e polimento, garantindo o acabamento desejado.

Então, o material pode seguir para uma distribuidora de aço inox, que o envia para fabricantes, que vão soldar e utilizar o aço para diversos produtos.

As ferramentas e estruturas em aço inox são bastante comuns no
o setor alimentício e de saúde, por exemplo. São ambientes que precisam de esterilização e fácil higienização.

Tanto nas cozinhas industriais quanto nos hospitais ou clínicas, é preciso evitar a proliferação de fungos, bactérias ou vírus, dentre outros microrganismos que podem causar infecções e problemas de saúde.

Por isso, é essencial a escolha de bancada e pia inox, entre outros instrumentos.

Portanto, o aço inoxidável é fundamental na atualidade, para que as instituições consigam cumprir as normas de higiene e limpeza necessárias para garantir a qualidade dos produtos e saúde dos consumidores.

Desta forma, o ferro e o aço contribuem para diversas atividades humanas, auxiliando no desenvolvimento, na produtividade e na qualidade do consumo de mercadorias de diversos tipos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *