Quando se trata do processo de fabricação e venda de fios, assim como em outros setores, é indispensável garantir uma estrutura adequada, tanto na confecção em si, até o momento de embalagem e entrega para o consumidor final.

Naturalmente, diversas etapas acabam sendo exigidas e no que diz respeito às etiquetas empregadas, também é um fator a se considerar, afinal, é um item informativo de grande importância.

Os elementos visuais presentes nos produtos são fundamentais no momento da compra e não é diferente ao se tratar da venda de fios.

No entanto, neste caso comumente o principal objetivo das etiquetas é informar, além de transmitir profissionalismo e zelo pelo produto.

Independentemente de a empresa optar por etiquetas adesivas personalizadas ou não, é indispensável que as informações sejam precisas, pois conforme o Código de Defesa do Consumidor, é indispensável que sejam dados relevantes para o produto, setor e segurança das pessoas.

Sendo assim, entre algumas características que podem estar presentes, é possível citar:

  • Composição;
  • Garantia;
  • Riscos;
  • Quantidade;
  • Valor.

Da mesma forma que é fundamental não negligenciar os aspectos legislativos, também é interessante se ater a disposição dos componentes da etiqueta e considerar o formato do produto.

Além disso, ao se tratar de etiquetas personalizadas, os cuidados devem ser redobrados, principalmente com a disposição dos elementos que condizem com a imagem da empresa, como o logo e cores escolhidas.

Caso o setor busque fornecedores desse tipo de serviço, é importante conhecer o catálogo de serviços da empresa em questão, materiais trabalhados e assegurar que se trata de algo de qualidade.

Afinal, caso contrário, a embalagem pode ser severamente comprometida, assim como a imagem da empresa de fios.

O uso do polipropileno

Quando se fala de material eletrico, comumente fios são confundidos com cabos, assim como os materiais aplicados.

Primeiramente, é importante esclarecer que o fio consiste em um produto de metal  estirado, com seção maciça, podendo ou não ter isolação.

Estes itens podem ser aplicados de maneira direta para condução elétrica ou para fabricação de cabo eletrico.

No caso do cabo, trata-se de um conjunto de fios encordoados, que não são isolados entre si, mas há possibilidade de apresentar isolação externa.

Em relação ao fio, a principal vantagem é que apresenta flexibilidade superior. Já o tipo de material empregado, naturalmente, tem grande dependência da finalidade dos fios ou cabos em questão.

Comumente são aplicados termoplásticos, por exemplo, o fio de polipropileno é uma alternativa flexível e resistente, sendo visado para uso geral, em especial, para as ligações relacionadas a aparelhos elétricos.

Além disso, materiais como o polietileno linear, neoprene e PVC também são muito utilizados na cobertura de fios por atenderem requisitos fundamentais, como resistência a impacto, impermeabilidade e estabilidade térmica.

Saiba mais sobre o fio PP

Basicamente, o fio PP recebe essa nomenclatura por contar com duas capas de PVC, uma no interior da outra.

Diferentes setores são atendidos por esse tipo de fio, tais como iluminação profissional, conexões automobilísticas, em quadros de força, painéis, entre outras possibilidades.

É muito comum encontrar os chamados cabos PVC, uma vez que é um termo amplamente utilizado para se referir aos cabos que apresentam dupla isolação, além da possibilidade de apresentar duas ou mais pontas interligadas em apenas uma.

É importante citar que esse tipo de isolação extra presente no cabo favorece ainda mais segurança nas aplicações, além de uma adaptabilidade considerável.

Há também outras vantagens a serem citadas a respeito desse tipo de fio, como a resistência física, flexibilidade, resistência térmica, facilidade de operação, entre outros itens que podem ser citados e que reforçam o quão versátil e benéfico esse fio acaba se tornando em determinadas aplicações.

Neste contexto, também é interessante abordar que muitas vezes, os fios e cabos representam quase metade do custo de um empreendimento, por isso esse setor é muito visado. Afinal, seja para uso industrial, comercial ou residencial, os cabos e fios elétricos são cruciais.

Embora exista grande diversidade a respeito dos materiais de cobertura, entre outros aspectos, de forma geral, a constituição envolve comumente o metal, principalmente o cobre e o uso é voltado tanto para a distribuição de luz, como para sinalização, aquecimento e força motriz.

De qualquer maneira, é fundamental sempre recorrer a profissionais capacitados para efetuar o projeto de instalações elétricas e evitar assim prejuízos ou acidentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *