Muito utilizados na indústria de setores variados, os conjuntos magnéticos têm a capacidade de reter, elevar ou separar materiais. Por meio da combinação de determinados ímãs, a força do conjunto magnético pode se tornar superior.

Confira, a seguir, algumas aplicações dos conjuntos magnéticos e os tipos de ímãs mais utilizados na indústria.

Aplicações dos conjuntos magnéticos

Conjuntos magnéticos têm muitos clientes nos campos industrial e de manufatura. As funções que essas peças desempenham são variadas.

Citaremos algumas delas a seguir. Acompanhe:

  • Montagem;
  • Retenção;
  • Tratamento de água;
  • Levantamento de chapas metálicas e peças metálicas;
  • Ativação de motores elétricos;
  • Caldeiraria industrial;
  • Uso de correntes parasitas;
  • Testes de sangue e separação;
  • Atuadores lineares;
  • Sistemas de temporização de ignição;
  • Medidores de energia;
  • Equipamentos de solda mig;
  • Monitores de TV;
  • Sensores;
  • Alto-falantes;
  • Ressonância magnética;
  • Automotiva;
  • Eletrônica;
  • Programação em disco biomédica;
  • Aeroespacial;
  • Cinematográfica;
  • Software.

Diferentes tipos de ímãs permanentes são feitos de uma variedade de materiais e têm seu próprio conjunto de características.

Os materiais comumente usados ​​durante a fabricação de ímãs incluem composto de pó cerâmico sinterizado (óxido de ferro, pó cerâmico e bário ou estrôncio), ligas de alnico (composto principalmente de alumínio, níquel e cobalto) e elementos terras raras como neodímio ferro boro (NdFeB) e samário de cobalto (SmCo).

Para fazer montagens de ímãs, os fabricantes podem colocar os materiais em alguns processos diferentes. Ímãs de cerâmica, por exemplo, podem ser extrudados, comprimidos ou sinterizados em uma infinidade de formas.

Existem várias propriedades que os fabricantes de ímãs levam em consideração ao fabricar estes produtos. Essas propriedades incluem porosidade, facilidade de fabricação, retenção magnética sob calor, corrosão, força magnética e custo. De acordo com o seu projeto, os fabricantes podem criar conjuntos de ímãs personalizados.

Tipos de conjuntos magnéticos

Os ímãs vêm em uma variedade de tipos, com diferentes graus de força magnética, resistência ao calor, permanência e tolerância à corrosão. Eles podem ser categorizados em dois grupos principais: permanente e não permanente. A partir daí, eles podem ser divididos em grupos menores, como eletroímãs e supercondutores.

Além disso, muitos conjuntos de ímãs podem ser categorizados por sua composição. Exemplos incluem ímãs de cerâmica, ímãs de alnico, ímãs de terras raras, ímãs de cobalto samário e imã de neodimio.

Finalmente, os ímãs também podem ser definidos por sua força ou aplicação. Os ímãs relegados a uma indústria ou aplicação específica incluem ímãs de folhas, ímãs de barra magnética, tiras e conjuntos bipolares.

Os ímãs de neodímio, por sua vez, têm uma força magnética maior do que qualquer outro tipo de ímã. Eles também são mais duros que os ímãs de cerâmica.

Apesar de sua poderosa força magnética, eles são muito menos resistentes ao calor e à corrosão do que outros. Esses ímãs são feitos de um composto de boro, ferro e neodímio. Para combater sua fragilidade, os ímãs de neodímio são revestidos com níquel.

Já os conjuntos de tiras são feitos de peças de magneto de borracha finas revestidas com adesivos. Eles são usados ​​em superfícies irregulares e em pulseira magnética, por exemplo.

Vantagens dos conjuntos de ímãs

Além de serem partes essenciais de tecnologias avançadas, os conjuntos magnéticos oferecem muitas vantagens.

Além de classificar e separar rapidamente materiais metálicos, como já visto anteriormente, podem separar rapidamente materiais ferrosos, como aço inoxidável e aço carbono. Também agem em materiais não ferrosos, como cobre e alumínio.

Ainda, eles reduzem os custos de manutenção e prolongam a vida útil de produtos variados. Eles fazem isso evitando danos e reduzindo o desgaste. Por exemplo, eles podem impedir a perfuração de pneus. Por fim, bloqueiam a contaminação atraindo e retendo materiais magnéticos e ferrosos no armazenamento e nas linhas de produção.

Esferas niqueladas com imã são essenciais em várias industrias por serem um excelente componente rolante. Disponíveis em tamanhos e tipos de tratamento de superfícies variados, essas esferas de aço tem ampla aplicação.

Conjunto de ímãs requer manutenção periódica

Para garantir que seus ímãs durem muito tempo e funcionem adequadamente, você precisa se envolver em algumas rotinas de manutenção.

Em primeiro lugar, se os seus ímãs suportarem cargas, recomenda-se que eles sejam testados regularmente para se certificar de que ainda são capazes de suportar peso.

Em segundo lugar, você precisa limpá-los regularmente e descontaminá-los. Cada ímã é diferente, por isso é uma boa ideia discutir o tipo de limpeza e os materiais de limpeza que você deve usar, junto ao seu fornecedor dos conjuntos magnéticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *