Uma indústria tem como objetivo produzir, e não somente isso, mas produzir com qualidade, segurança, para o seu cliente e também para as pessoas que trabalham todos os dias em suas máquinas.

Para que se garanta a qualidade e a segurança, a instalação elétrica é fundamental, pois permite que as máquinas trabalhem de maneira fluída, o ambiente fique iluminado, e que todos os setores da indústria exerçam sua atividade dentro dos prazos.

Assim, há uma grande variedade de componentes elétricos que garantem a eficiência em todos os processos dentro da fábrica. Falaremos sobre cada um desses componentes de forma a ter uma visão mais ampla sobre como essas instalações funcionam dentro do cotidiano fabril.

Tipos de componentes elétricos nas indústrias

Uma fábrica precisa utilizar diferentes fontes de energia para que sua produção não sofra com quedas elétricas. Por isso utiliza desde a captação de energia solar, até a utilização de “baterias” para que se caso ocorra uma interrupção da transmissão elétrica, a produção não seja encerrada.

Além dessas fontes de energia que a fábrica utiliza para garantir sua fluidez, também há o gerador de energia. Este tem como objetivo gerar energia de emergência por 8 até 12 horas, para a indústria ou para um setor específico que sofra com alguma falta de energia.

Um gerador de energia é muito importante, pois:

  • Supre eletricidade em momentos de emergência;
  • Possui diversos tamanhos;
  • Pode ser utilizado tanto para a indústria como um todo quanto para um setor distinto;
  • É seguro e eficiente.

Além do gerador de energia, podemos falar no transformador de energia, que é um componente importante e um dos mais usados, pois tem como objetivo a conversão de energia (ou corrente) elétrica de uma tensão para outra.

O exemplo mais comum é a conversão de 110V para 220V, entretanto há transformadores com capacidade para realizar outros tipos de transformação.

Outro componente elétrico dentro de uma indústria são os relés, em que seu objetivo central é o acionamento dos diferentes circuitos elétricos, isolando as correntes quando não necessárias, devido aos momentos certos.

Os relés também têm como função ligar os contatores, que nada mais são que um tipo de relés, mas mais fortes e que suportam tensões altas.

Há também os reatores, que funcionam no processo de ligação das lâmpadas fluorescentes, ajudam também na minimização da corrente elétrica, de modo a garantir que as lâmpadas funcionem. Assim, permite que haja menos perda de energia elétrica.

Outros tipos de componentes elétricos

Na montagem de placas eletrônicas, principalmente, além de tais componentes, existem outros que são muito importantes para os processos dentro da indústria, e que são de suma importância para o funcionamento de máquinas, de aparelhos elétricos, de sistemas de segurança, entre outros.

Dentre os tipos de componentes elétricos que podem ser encontrados, podemos mencionar o controlador de fator de potência.

O controlador de potência faz a medição do fator de potência dos diversos equipamentos e redes elétricas, o fator de potência é quanto uma potência elétrica está sendo convertida em trabalho útil. Isso permite verificar se está ocorrendo algum desvio ou erro na rede elétrica.

O controlador de potência é o cérebro do sistema elétrico, que permite verificar se o fator de potência está muito baixo, corrigindo e assegurando que o sistema elétrico funcione adequadamente.

Outro tipo de componente elétrico são os transistores de potência. Os transistores possuem uma gama de funções, ele atua como amplificador de sinal, regulador de correntes elétricos e como comutador de circuitos.

O transistor atua como um “resistor de transferência”, isto é, ele é uma forma de resistência fixa ou variada que fica entre a carga e o gerador.

Há diversos tipos de transistores de potência, e são dois principais o transistor bipolar e o transistor unipolar. O transistor de potência bipolar é um dos mais usados, seguido do transistor unipolar.

Todos os componentes que foram tratados nesse texto têm como objetivo garantir que a indústria tenha seu desenvolvimento pleno, e além do mais permitir que a fábrica economize energia, sendo mais eficiente.

Uma indústria que leva seu desenvolvimento a sério, procura instalar os melhores tipos de componentes elétricos, além de ter uma empresa responsável pela formulação de planejamento de instalação elétrica, que atenda desde os setores administrativos até os de produção.

Assim, escolher os componentes elétricos certos na indústria aumenta as chances de uma produção fluida e agradável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *